Faça Login Localize o Ortopedista Atualize seu cadastro
terça-feira, 23 de maio de 2017 > por Barbara Cheffer

SBOT apoia Movimento Maio Amarelo

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia está distribuindo milhares de pequenos laços amarelos que os 12.000 ortopedistas associados usarão na lapela durante o mês de maio.

A iniciativa faz parte do ‘Maio Amarelo’, movimento iniciado pela ONU que, com a campanha, pretende reduzir em 50% durante esta década o total de mortes causadas por acidentes de trânsito, que sobem a 1,3 milhão a cada ano, às quais se somam 40 milhões de vítimas não fatais, cujo atendimento e recuperação é missão que envolve justamente os ortopedistas.

O presidente da SBOT, João Maurício Barreto, lembra que esta não é a primeira vez que a entidade que preside se associa à campanha da Organização das Nações Unidas, ‘Década de Ações para a Segurança no Trânsito’. Ele recorda que, no passado recente, coube à SBOT a liderança da campanha para que as crianças passassem a ser transportadas sempre em ‘cadeirinhas seguras’, quando do deslocamento em veículos, e também foi por iniciativa da SBOT que o uso do capacete passou a ser obrigatório para os motociclistas brasileiros.

“No Brasil as estatísticas indicam que superamos a marca de 43.000 mortes anuais pelo trânsito em 2.015”, diz o ortopedista, com 23,4 mortes por 100 mil habitantes, o quarto pior resultado entre os países do mundo. Embora esse número já seja impressionante, ele diz que a população em geral não leva em conta outro problema gravíssimo, o custo das cirurgias reparadoras e das amputações, que muitas vezes são necessárias.

Há que acrescentar ainda o longo tempo de recuperação do acidentado e o sofrimento e o prejuízo das famílias que por meses e até anos ficam privadas do dinheiro que o acidentado deixa de ganhar, enquanto não volta a ter condições de trabalhar.

Dados do Ministério da Saúde registram que até 70% dos Serviços de Emergência do Brasil são ocupados por vítimas de acidentes de trânsito e há cálculos indicando que o atendimento dos pacientes decorrentes desses acidentes se aproxima de 2% do PIB brasileiro.

Além da distribuição de laços amarelos, a SBOT está divulgando a campanha nas suas mídias digitais, inclusive no Portal da entidade, que está entre os sites médicos mais acessados e divulgando os vídeos da campanha nas redes sociais da SBOT.

Inclusive, disponibiliza um Folder sobre ‘Segurança em Duas Rodas’, promovendo o movimento nas várias capitais brasileiras.

O material pode ser acessado abaixo:

Saiba Mais

Atualização Online

Artigos do Mês

Projeto “O que é…”